... Porque parte de mim tem sede ... e a outra tem fome ... 

     Bem Vindo à Toca Da Leoa

                           Sensualidade & Erotismo à Flor Da Poesia




     
 Não se engane...
Qualquer Tipo De Texto
 QUE TEM AQUI
é Erótico & Sensual!





              


                
 
Textos


STEFANY E O PROFESSOR DE BIOLOGIA Pt.4



Cena 4 Capitulo 4

Fim de semana passou e Stefany esteve tomada de ansiedade, nervosismo, empolgação, já tinha em mente que não seria fácil mesmo lidar com essa situação, principalmente depois do ocorrido!
Na segunda-feira apesar de não ter aula de biologia, seu coração estava em desespero, pois sabia que viria (ao menos de longe) o professor pelos corredores da faculdade, era inevitável.
Claro que seus olhares se cruzaram de maneira um tanto acusativa e apelativa, em seu interior ambos se contorciam de prazer e tesão. Os corações disparavam, os corpos tremiam, e ao passar um pelo outro, suas mãos levemente se tocaram, úmidas pelo suor que despontava dos desejos de estarem juntos novamente.
A manhã que parecia penosamente interminável para Stefany chegou ao fim, na saída ela não avistou o professor, e se dirigiu para o estacionamento muito chateada. Ao entrar em seu carro, ligou o celular e para seu regozijo, tinha uma mensagem que dizia: "Mesma hora e local hoje."

E novamente os amantes estavam frente à frente, completamente nus e entregue aos mais loucos desejos. O tesão era incontrolável, uma fúria indescritível emanava dos seus corpos em chamas.
Consumidos pelo prazer, Stefany gemia cada vez que os dedos do professor invadiam sua fenda úmida, e escorregavam até sua bunda, nem era preciso óleo, estava tão molhada que a penetração mesmo que as vezes louca, porém delicada, não se fazia difícil.
Depois de saciar sua sede no cálice rígido do seu amado, e ser severamente lambida e invadida pela língua intrépida do professor, entre sussurros descontrolados, ela clamou para ser possuída!
Ele entregue aos devaneios daquele corpo lindo e gostoso de sua aluna, disse-lhe que a queria "todinha"!
Stefany entendeu o que significava aquelas palavras, e quando ele a ajeitou na cama de quatro, ela simplesmente tentou relaxar ao máximo (nunca havia feito sexo anal antes) mas estava imersa naquelas ondas gigantescas de prazer.

O professor com toda sua experiência, notou que o botãozinho era até então inviolável, e mesmo sedento, não teve pressa, se deteu na entradinha, massageando com seu dedos, intercalando com sua língua, excitando-a cada vez mais...
Ajeitou a cabeça do seu membro, e com leves movimentos, começou um balé frenético, porém compassado, metendo devagarzinho e firme, enquanto Stefany rebolava na mesma frequência dos seus movimentos, aproveitando cada centímetro que a invadia copiosamente.
Até o momento em que o membro latente do professor ficou inteiramente encravado dentro da sua bunda virgem e apertada. Ela se contorcia em espasmos e gritava tomada por um imenso tesão que nunca havia sentido antes, quase se consumia gozando, enquanto sentia umas arremetidas mais fortes, fazendo-a ter certeza de que estava com todo aquele membro duro dentro do seu cuzinho até a limite.

As mãos ousadas e atrevidas do professor, massageavam seu clitóris, extorquindo todos os gritos de sua alma, as estocadas agora tinham mais intensidade, podia sentir que o professor tirava a metade para fora, e empurrava com força de novo, até o fundo!
Idas e vindas deliciosas e enlouquecedoras...
Ouviu o grito do seu professor, e sentiu-se inundada com seu gozo farto e seu membro mais latejante, sentia que escorria por entre suas pernas o líquido quente e abundante depositado dentro de sua bunda vermelha e inchada pelos tapas que levou durante aquele ato inarrável, repleto de volúpias.
Os dois se aninharam um ao corpo do outro, novamente professor e aluna se beijavam sem que uma palavra fosse dita. Obviamente, nem precisava, estava tudo revelado em seus olhares e mais íntimos secretos desejos...

( continua )
.....................................................................

(é claro que continua, provavelmente até os dias de hoje... os anos passaram-se, Stefany terminou a faculdade, se formou, sendo a primeira da sua turma "em biologia pelo menos!" o professor continuou casado e lecionando... mas nunca, jamais, nada os impediu de estarem juntos, deitando e rolando, concretizando cada uma de suas fantasias e desejos... e cada vez era mais intensa a atração, a química, o tesão entre eles!...)

-FIM-
.....................................................................

(ah eu acabei por aqui... o resto é com a imaginação de cada um de vocês!...)



STEFANY E O PROFESSOR DE BIOLOGIA Pt.1
STEFANY E O PROFESSOR DE BIOLOGIA Pt.2
STEFANY E O PROFESSOR DE BIOLOGIA Pt.3
STEFANY E O PROFESSOR DE BIOLOGIA Pt.4


►Click no link abaixo e leia:
O BECO DA MÁ FAMA
CléiaFialho
Enviado por CléiaFialho em 09/09/2014
Alterado em 09/08/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS. INCENTIVAMOS A DIVULGAÇÃO COM AUTORIA.
É UM DIREITO DO CRIADOR QUE SE DEDICOU A COMPOR.
E UM DEVER DO LEITOR QUE APRECIOU A OBRA.
(Manu Hawk)