... Porque parte de mim tem sede ... e a outra tem fome ... 

     Bem Vindo à Toca Da Leoa

                           Sensualidade & Erotismo à Flor Da Poesia




    



              


                
 
Textos


O BECO DA MÁ FAMA



Danielly perdeu o último ônibus para casa.
O dia no trabalho não foi puxado e não querendo gastar em táxi, resolveu caminhar.
Ao invés de ir por ruas mais seguras e bem iluminadas, resolveu cortar caminho pelo beco, apesar da "má fama" dele, isso lhe pouparia uns 20 minutos, e como nasceu e cresceu naquele lugar, não temeu muito!.
Parou em frente à viela, olhou bem, notou que estava tudo tranquilo e seguiu...
Mal deu os primeiros passos e de sobressalto apareceram 3 homens à sua frente!
Droga, mas que susto! Estava meio escuro, mas ela os podia ver e conhecia aqueles rapazes bonitos e sarados (de um "oi" aqui outro ali...).
Eles a convidaram para ir á casa deles (ao lado) mas ela recusou dizendo que já estava tarde.
Um deles aproximou-se e cheirou seus cabelos. Danielly sentiu o medo invadir-lhe o corpo, mas tentou manter-se calma.

Tentou argumentar e quando viu estava completamente cercada pelos três homens grandões e fortes.
Queria gritar mas não conseguia (ou não queria...!) Era um turbilhão de sentimentos e emoções inexplicáveis.
Pois eles a estavam deixando acoada, mas de maneira muito sutil e envolvente.
Teve a sensação de estar envolta à um polvo... eram mãos que a tocavam por todas as partes do corpo, que mesmo trêmulo, correspondia àquelas invasões.
O silêncio foi quebrado por palavras obscenas, ela não reconhecia qual deles falava, apenas ouvia:
- Sempre quis pegar essa vadia gostosa!
- Essa safada já está toda molhadinha!
- Vou comer todinha essa putinha!
Sentiu suas roupas serem arrancadas aos poucos, um beijava-lhe a boca, outro já sugava-lhe os seios entumecidos, enquanto o outro... conduzia-lhe a cabeça em direção ao seu membro tremendamente rijo.

Esquecendo-se que estava na rua, de pé e completamente nua, Danielly entregou-se à loucura desvairada, aos desejos daqueles três predadores que lhe atacavam ferozmente, porém com uma tamanha destreza, ora brutal, ora sensual!
E ela dividia suas mãos e sua boca entre dois membros, enquanto de outra boca saia e entrava uma língua afiada de dentro de sua vulva quente.
Danielly que estava em pé com a bunda empinada, deu um grito de dor e tesão ao sentir sua carne dilacerada por uma penetração forte e profunda.
E ela continuava chupando aqueles dois membros duros que só estavam à espera da sua vez, para desfrutar da sua fenda suculenta...
Eles a conduziram para dentro do pátio da casa deles e a troca foi feita.
Ela sentiu outro membro invadir suas entranhas tão eroticamente bárbaro como o primeiro.
E ela obedeceu ao comando daquele que acabara de possuí-la dizendo:

- Toma! Lambe todinho o seu gozo aqui...
Só restava um que ainda não a havia comido...
Foi quando ele deitou-se no chão da área ali mesmo e puxou-a para cima dele, fazendo-a cavalgar como uma potranca!
Outro veio por trás e tentou penetrá-la, mas ela temendo não aguentar empurrou-lhe...
Em meio à tantas ameaças sensuais, muitos beijos molhados, mordidas em seu pescoço, puxões de cabelos... ela acabou aos poucos cedendo.
Afinal eram "três" que queriam e iriam devorá-la de "todas" as maneiras possíveis e imagináveis.
Foi a sensação mais prazerosa que Danielly já havia sentido. Ser penetrada por dois falos estupidamente duros, latejantes... que incessantemente saiam e entravam inteiramente na frente e atrás... enquanto seus gritos de dor e prazer eram engasgados por outro pênis que truculentava sua boca...
Assim ela foi a barganha deles por horas...
Foi a permuta deles noite à dentro...

Sentindo-se um objeto sexual... usada e abusada... virada do avesso por aqueles animais...
Todos estes sentimentos fizeram com que Danielly daquele momento em diante...
Não se preocupasse mais em perder o último ônibus.
Nem fizesse questão de gastar em táxi e muito menos andar pelas ruas mais seguras e iluminadas...
Agora ela queria mesmo só entrar no beco da "má fama", pois lá ela conhecera o verdadeiro endereço do prazer!




►Click no link abaixo e leia:
STEFANY E O PROFESSOR DE BIOLOGIA Pt.3
CléiaFialho
Enviado por CléiaFialho em 02/09/2014
Alterado em 03/07/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS. INCENTIVAMOS A DIVULGAÇÃO COM AUTORIA.
É UM DIREITO DO CRIADOR QUE SE DEDICOU A COMPOR.
E UM DEVER DO LEITOR QUE APRECIOU A OBRA.
(Manu Hawk)