... Porque parte de mim tem sede ... e a outra tem fome ... 

     Bem Vindo à Toca Da Leoa

                           Sensualidade & Erotismo à Flor Da Poesia




     
 Não se engane...
Qualquer Tipo De Texto
 QUE TEM AQUI
é Erótico & Sensual!





              


                
 
Textos


MEU PECADO MAIS PROIBIDO



É no silêncio da madrugada
que eu solitária e acordada
igual à uma pequena criança
na esperança que não morre e nunca cansa
de poder te ver rasgar o meu coração
despojando-me de toda aflição...

Quem sabe tentar falar contigo...
assumir o meu querer
meu anjo sedutor... meu amigo
alegria do meu viver
meu pecado mais proibido...

Quero... eu quero sim provar
nos teus braços esquecer
que não é direito assim te amar
mas o nosso bem querer
é também nossa maior tentação
que vai nos fazer transgredir
concretizar esta paixão
podendo à outros ferir
causando dor e desilusão...

Assim, desta maneira eu vivo
e faço-te igualmente viver
com um sentimento repressivo
por tudo que não deve ser...

Mas que dor nos causa o amor
mesmo sem nada "ainda" atrever
é amargo à alma este sabor
faz incessantemente sofrer...

E por aqui vou encerrando
pois eu já falei até demais
mas continua te esperando
no passado e nos dias atuais...

Deixo nestes versos escritos:
"Só espero que haja perdão
pois este amor eu acredito
nos conduzirá- à transgressão!"







Click aqui e visite meu site "Toca Da Leoa"
CléiaFialho
Enviado por CléiaFialho em 29/11/2013
Alterado em 05/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (**RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS**INCENTIVAMOS A DIVULGAÇÃO COM AUTORIA**É UM DIREITO DO CRIADOR QUE SE DEDICOU A COMPOR**E UM DEVER DO LEITOR QUE APRECIOU A OBRA**(Manu Hawk). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
RESPEITE OS DIREITOS AUTORAIS. INCENTIVAMOS A DIVULGAÇÃO COM AUTORIA.
É UM DIREITO DO CRIADOR QUE SE DEDICOU A COMPOR.
E UM DEVER DO LEITOR QUE APRECIOU A OBRA.
(Manu Hawk)